sábado, 16 de outubro de 2010

Pão com queijo: versão muffin de queijo coalho Balkis


Em 16 de outubro de 1945 foi criada a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO). Por isso hoje, 16 de outobro, comemora-se o Dia Mundial da Alimentação. Significa que, em pleno século XXI, a fome no mundo ainda é uma realidade e uma grande organização internacional despende milhões de dólares para cuidar do assunto.

De 26 a 29 de outubro, a revista Prazeres da Mesa e o Senac São Paulo realizam o que é o maior encontro de enogastronomia das Américas. Chefs nacionais e internacionais, um público bem grande e várias empresas participam. O evento significa uma grande possibilidade para troca de conhecimentos, pesquisas e discussões de tendências.

O que tem a ver uma coisa com a outra? Tudo. No Ano Internacional da Biodiversidade, o encontro vai discutir o papel da gastronomia e sua sustentabilidade: “Sustentabilidade – o que a gastronomia pode fazer pelo planeta?” é o tema deste ano.

Tem gente que pensa que gastronomia é só futilidade. Um assunto tão abrangente como gastronomia pressupõe respostas abrangentes, que incluem processos gigantes. Quando você se senta diante de um prato para se alimentar, uma longa cadeia de elementos fundamentais está por detrás dele: a energia do sol, a qualidade da água e do solo que nutre animais e vegetais que futuramente se transformarão em alimento, muita gente plantando e colhendo, alimentando e cuidando da saude dos animais, transportando, armazenando, distribuindo...É um sem fim de atividades que se traduzem em uma única refeição.

A vida não é possível sem alimento. A gastronomia condensa toda esta enorme cadeia criativa. Transforma esse esforço todo em beleza, sabor, aroma, equilíbrio e alegria para tocar a vida prá frente e fecha uma cadeia gigante quando apresenta uma preparação. Quem sabe vai chegar o dia em que tanto esforço conjunto resulte no Dia Mundial da Alimentação, com alimento para todos. E o alimento vai ser bonito, gostoso e prazeroso.

Aqui vai a receita com dois dos alimentos mais antigos de que se tem conhecimento: pão com queijo! Transformados em muffins pela inveção de chefs mundo afora!



Muffin de queijo coalho Balkis

Ingredientes
190 grs de farinha de trigo (7 colheres de sopa cheias)
5 grs de fermento (1 colher de chá cheia)
120 grsm de queijo coalho ralado no ralo grosso

130 ml de creme de leite Balkis
1 ovo
65 grs de manteiga derretida (2 colheres de sopa)

Modo de Preparo
Misture todos os ingredientes secos.
Em outro recipiente misture todos os ingredientes molhados
Unte e enfarinhe 8 forminhas para muffin
Preaqueça o forno a 160 graus
Encha 3/4 das formas com a massa
Leve para assar por aproximadamente 30 minutos.

6 comentários:

Marcelo Gaffa disse...

Má, neste dia eu estava ouvindo a uma entrevista de uma nutricionista na Radio Eldorado FM (SP, 92,9). Alem de comentar, entre outra coisas, sobre a aproximação do chefs de cozinha e nutricionistas, e ela mencionou que o site do CRN-3 mantem uma seção de receitas com aproveitamento de partes não convencionais de alimentos (cascas, sementes e talos). Sei que vc é bastante militante da boa alimentação e caso queira mandar uma receita com estas caracteristica, fica a dica. eu já postei a minha! bjks.../mgaffa

Anônimo disse...

Marcia,

Essa foto do Pão com Queijo da para sentir até o cheiro de queijo quentinho. Estou incentivando minha companheira para promover a receita e contar com minha ajuda. Depois de saborear os muffins, informo o resultado.

Parabens !

Afonso Junqueira

Marcelo Gaffa disse...

Ma, vc assou em forminhas de papel ou direto na forma de muffin?

marcia micheli disse...

Nas forneáveis dentro das de muffin: nada de untar e enfarinhar...

Bia Ribeiro disse...

Acho que sim, quem sabe possamos ver o dia em que TODOS terão alimentos, compartilho dessa esperança, por enquanto trabalho de formiguinha conta...cada um pode fazer algo nessa direção, sustentabilidade é inclusão,seu texto instiga a reflexã,o bj

bia Ribeiro disse...

Oi Marcia,
Testei a sua receita, ficou bem gostoso, alem do coalho e creme de leite Balkis, coloquei um pouco de gorgonzola que acho que a Balkis ainda não faz, mas fica a sugestão pois tudo que eles fazem é bom.

bjs